24
MAIO
2016

19:22
Compartilhar
PT x PT – final
Em: 23/05/2016 às 08:15h por Onofre Ribeiro
Encerrando esta série de três artigos, não há como deixar de resgatar a história do Partido dos Trabalhadores na construção do seu projeto de poder no país. Em plena ditadura, nascido em 1980, como um braço ideológico da esquerda brasileira, o PT tinha algumas bênçãos muitos especiais, entre elas a base social da Igreja Católica. Destaca-se aqui a Teologia da Libertação e eclesiais de base, alas progressista da Igreja. As demais alas da esquerda que se alojavam no MDB e depois no PMDB se afastaram depois da democratização em 1985, quando o partido chegou ao governo e se mostrou incapaz de uma gestão transformadora semelhante ao seu discurso de oposição durante o regime militar.
Foram para o Partido dos Trabalhadores levando massas sindicalizadas, o funcionalismo público que se sindicalizou e filiou-se à Central Única dos Trabalhadores, a CUT. Assim aparelhado, o PT acabou chegando ao poder em 2003, com Lula presidindo o país. Mas em 2002 precisou fazer concessões ao mercado internacional quando foi convocado a Washington e teve que concordar em manter três pontos: a política fiscal do Brasil... Leia mais
Compartilhar
In-oportunidade
Em: 22/05/2016 às 11:14h por Onofre Ribeiro
O noticiário em Mato Grosso esteve focado na última semana e não será diferente nesta, em dois temas que acabaram se completando: a nova taxação do agronegócio e a negociação entre o governo estadual e o fórum sindical que reúne os sindicatos de funcionários públicos. O deputado estadual Wilson Santos, supostamente em nome do governo estadual, levantou a tese de tributar o agronegócio com até 5% de ICMS. Destino: infraestrutura, saúde e educação. Nos bastidores corre a informação que irrita prefeitos e empresários, de que o que se quer mesmo é garantias do pagamento dos salários dos servidores públicos, além da correção da inflação, o RGA.
Empresários estão irritidissimos com a idéia da tributação e a idéia do destino dos recursos. Já pagam o FETHAB que se destinava originalmente quando foi criado a moradias e estradas. No governo Silval Barbosa o fundo foi desviado em 35% para pagamento de salários de servidores públicos e para as obra da Copa do Mundo em Cuiabá. Perguntam se com o novo imposto não será... Leia mais
Compartilhar
PT x PT - 2
Em: 19/05/2016 às 08:17h por Onofre Ribeiro
Continuando o artigo iniciado nesta semana sobre o desmonte do PT pelo próprio PT.
Eleita e reeleita Dilma, o governo cercado de pensadores medíocres e partidários, a radicalização das idéias diminuíram o governo, Lula, Dilma e o Partido dos Trabalhadores. O PT apartou-se da sociedade diante da sua incapacidade de gerar proposições filosóficas pra toda a sociedade. Prendeu-se aos programas sociais e ninguém percebeu que a sociedade evoluiu em 13 anos.
Os programas sociais do PT no governo foram permitidos por uma conjuntura favorável da economia mundial, da economia nacional e da estabilização da moeda brasileira. De outro lado, com o caixa em alta por conta de uma elevação mundial fantástica no preço das commodities agrícolas e minerais, mais a entrada repentina da China no mercado mundial. O Brasil exportou enormes quantidades de alimentos e de minérios. Com o caixa cheio, os programas sociais tinham dinheiro e ao mesmo tempo bancavam o discurso oficial de inclusão dos pobres. Resultou na criação de uma classe C e de um elevado poder de consumo dessas camadas.
Mas não havia planos além do consumo. A educação... Leia mais
Compartilhar
Ora, as mulheres!
Em: 18/05/2016 às 08:37h por Onofre Ribeiro
O presidente interino da República, Michel Temer, tá levando uma surra da opinião pública engajada e de um monte de setores da sociedade brasileira, fora comentários e editoriais na imprensa estrangeira, por conta de não ter nomeado mulheres como ministras. Por que trago o assunto aqui?
O Brasil saiu de uma pesada nuvem de energias muitas escuras que de certo modo sufocavam o país. Ideias antigas conduzidas por pessoas despreparadas que as usavam como escudo pra uma república assaltada. Qualquer ideia viraria pó! Como, de fato, virou! Porém, alguma coisa se salva mesmo na insanidade. A forte presença de representantes das minorias foi muito boa, embora servisse também como pano de fundo pra justificar uma abordagem social que acabou engolida pela ganância de dinheiro e de poder.
Mas o fato é que havia mulheres, negros e algumas minorias. No governo Temer, prevaleceu o racionalismo masculino. Temos problemas. Resolvê-los é coisa de homem! Estilo antigo mesmo. Mesmo descontando que é preciso resgatar e reconstruir o país, a ausência de mulheres despertou mais a atenção do que a nomeação da equipe econômica que vai lidar... Leia mais
Compartilhar
PT x PT - 1
Em: 16/05/2016 às 08:35h por Onofre Ribeiro
Compreender o fim do ciclo do Partido dos Trabalhadores no governo do país requer conhecer um pouco da sua história. O PT cai derrubado por si mesmo, o único inimigo real que compreendia as engrenagens das suas entranhas. Partido orgânico, nascido com propósito claro em 1980 trazia um conteúdo ideológico das esquerdas para vingar depois do fim do regime militar, que acabaria em 1985. Os pais foram a Igreja Católica, acadêmicos de esquerda, o general Golbery do Couto e Silva, do governo militar, mirando no arquiinimigo Leonel Brizola. Deputados e políticos de esquerda se abrigaram, assim como os sindicatos de metalúrgicos da época, sediados em São Paulo (Grande ABCD).
Em 2002 disputou a presidência e venceu. Negociações anti-esquerdistas sob pena de não assumir. Em 2003, a descoberta de que não ter maioria no Congresso exigia a compra de votos. Mas isso é ciência política. Em dezembro o governo faz mini-reforma da previdência e contraria os interesses dos acadêmicos que abandonaram o governo, matando a capacidade de formular o seu pensamento político. Em seguida sem orientação filosófica, a compra de... Leia mais

Mais artigos


Receber Newsletter
 
 

Onofre Ribeiro
onofreribeiro@terra.com.br | facebook.com/onofreribeiro
msn: astro285@hotmail.com